Você sabia que o logotipo tem prazo de validade?

O logotipo é algo como a moda, segue-se uma tendência, precisa ter estilo, e claro precisa acompanhá-la para fazer sucesso. Não dá para ficar de fora dessa constante evolução. Vamos analisar alguns exemplos abaixo. Vem com a gente? Vamos começar com a Pepsi, que no seu lançamento tinha um logotipo de uma cor só e somente letras, meio difícil até de ler, mas que passou grandes e constante mudanças ao longo de sua história. Como podemos ver, o logotipo da Pepsi já passou por pelo menos 11 transformações, nas quais houve uma evolução na fonte, nas cores e na forma. Ele passou por diversas épocas de estilo, mas hoje se traduz apenas por um ícone. Alguns logos mudaram pouco, dentro de seu conceito, como por exemplo o da Adidas. Ela voltou a usar alguns elementos visuais de décadas passadas, como a logo de 2002, que voltou a usar o símbolo de 1971. A Ford também optou por manter a tradição visual. Em 1928 lançou uma marca, que evoluiu em 1965 e atualmente mantém o mesmo conceito, usando um pouco de degradê e sombreamento. A Nike, que em 1971 tinha uma marca até de difícil leitura, consegue chegar na era em que seu ícone a representa. O que dizer do Doritos, que mudou radicalmente? Ou da Kibon? Ou a demonstração da Fiat em explorar a mudança de cor por mais de uma vez? Tudo isto demonstra que, quando um estudo de redesign é bem feito, realizar essas mudanças ajuda a reinventar a marca, renova conceitos e faz com que a mesma esteja sempre atual. Com isto, aprendemos que vale muito a pena atualizar um logotipo e investir para manter a sua marca sempre a frente das tendências visuais de cada época. É bem verdade que muitas coisas voltam a modas passadas, mas sua empresa não pode esperar que isso aconteça para crescer e aparecer. Conte com a gente, invista com quem sabe.